sábado, 29 de maio de 2010

Prazer, de novo!



A Casa de Cultura Evailton Vilela foi criada em 2007 e atende, atualmente, mais de 600 pessoas de faixas etárias diversas, que variam de crianças de 4 anos à terceira idade, vindas de diversos bairros da cidade. Localizada no bairro Santa Efigênia, em Juiz de Fora (MG).
O espaço oferece oficinas de hip hop (grafite e break), balé, dança de salão, canto, violão, artesanato, capoeira, karatê, informática, alfabetização e pré-vestibular. A Casa de Cultura conta, ainda, com uma biblioteca, destinada a consultas e pesquisas.
Com um objetivo totalmente voltado para fazer com que a qualidade de vida dos moradores da zona periférica da cidade seja melhor, os fundadores do centro cultural, a mantém aberta a todos os interessados de forma gratuita, apenas o balé cobra uma taxa mensal. De acordo com um dos responsáveis pelo projeto, Rafael Toti a casa cobra uma mensalidade no valor de 10 reais para aqueles que fazem balé: “precisamos dessa taxa para pagar a professora”
Casa de Cultura é uma porta para o esporte, cultura e lazer, é um projeto que tenta preencher as lacunas criadas pela omissão do poder público. O espaço fica na Rua Bady Geara 999, bairro Santa Efigênia, funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e também aos sábados das 9h às 18h.
Mesmo com todo esse trabalho social realizado, a Casa de Cultura Evailton Vilela passa por dificuldades. Desde início do ano o proprietário do imóvel ocupado pelo projeto exige a saída dos participantes ou a compra total do imóvel.
O valor estipulado é de 80 mil reais. A casa de cultura está realizando uma campanha de arrecadação para atingir esse valor

Para participar, basta entrar em contato com o telefone (32)3213-2800 e ajudar não apenas um instituição e, sim, uma comunidade.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Corredor cultural no Sta Efigênia

O corredor cultural da cidade vai contar com atividades aqui no bairro Sta Efigênia!!!
Boa oportunidade para integração e claro um pouco de cultura!

Todas as atividades ocorrem na Praça Antônio Albuquerque, que fica na Avenida Pedro Afonso Pinheiro

Se você vai, conte pra gente se curtiu


SÁBADO: 29 de maio de 2010

10h Contadores de História Estação Palco
11h Contação de histórias, com Cia Teatral Domínio Público
19h Sessão de cinema: Filme “Up!”

DOMINGO: 30 de maio de 2010

19h Show com MC Buchecha, André Ramiro e Mano Brown

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Hip Hop é arte

O hip hop é um movimento cultural iniciado no final da década de 1970 nos Estados Unidos. Muito tempo já se passou desde de então, o movimento cresceu, se expandiu e hoje é uma realidade em diversos países. Sendo considerada cultura das ruas, o movimento reivindica espaço e voz para as periferias, traduzido nas letras questionadoras e agressivas, no ritmo forte e intenso e nas imagens grafitadas pelos muros das cidades, os desejos e medos de uma parcela da sociedade muitas vezes esquecida Em Juiz de Fora, mais que ser um movimento de revindicação a cultura hip hop ajuda a trazer para jovens e crianças uma oportunidade de alçar voos maiores. A Casa de Cultura Evailton Vilela é dos locais que oferecem toda a estrutura necessária para o interessado em se desenvolver nessa área faça isso da maneira mais fácil possível De acordo com o fundador da Casa de Cultura, Negro Bússula o hip hop ajuda a manter longe das “ruas” crianças que antes não tinham escolha. O projeto permite que os integrantes entrem em contato com a arte e assim evitam o crime e as drogas: “Não queria ver os problemas sociais e permanecer passivo diante deles” explica Negro Bússola quando perguntado sobre o que o motivou a iniciar a Casa de Cultura Para Adalgisa Anderson, moradora do bairro Ipiranga (próximo ao bairro Sta. Efigênia) assistido pela casa de cultura) o hip hop, assim como o funk, são pontos de diversão e retratam bem a realidade: “Acho muito legal, é um outro lado para nossas crianças, além de ser muito divertido, gosto principalmente das batalhas de dança” dis Batalhas de dança, espécie de enfrentamento lúdico de passos de dança, transformam a vida desses meninos e meninas em algo diferente, que agora reconhecem no hip hop uma saída.
video

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Prêmio Itaú Unicef

A Casa de Cultura Evailton Vilela ganhou o prêmio de segundo lugar nacional de projetos de médio porte. A premiação foi por parte da Itaú e da Unicef, em competição que leva o nome das duas instituições.
Para Negro Bussola, esse prêmio dá uma maior visibilidade não só para a Casa, mas também para a cidade de Juiz de Fora. Ele destaque que só em Minas Gerais foram mais de 210 inscritos nessa categoria